Precauções a ter com a segurança da casa, antes de partir para férias

O verão é, por tradição, a altura do ano predileta pela maioria das pessoas para tirar férias prolongadas e, por consequência, ausentar-se das suas habitações. Para evitar um desgosto no regresso a casa, é importante adotar algumas precauções, como as que sugerimos neste artigo.

Não espalhe a notícia

É importante que não comente o seu plano de férias e a ausência com muitos vizinhos ou estranhos. Poderá informar um vizinho próximo, somente, pedindo para este ficar atento a alguma movimentação suspeita à volta do imóvel.

Teste todas as trancas

Teste os fechos e os trincos da casa. Se possível, instale reforços, principalmente nos portões laterais e nas portas da cozinha. Evite colocar o cadeado do lado de fora do portão, porque isso pode denunciar a sua saída.

Proteja os objetos de valor

No que diz respeito a joias, obras de arte entre outros objetos de valor elevado, evite mantê-los em casa, mesmo em cofres, a não ser que essas peças tenham seguro e o imóvel esteja bem protegido com seguro, câmaras e outros sistemas de proteção.

Instale sistemas de segurança

A instalação de sistemas de segurança, com câmaras de monitorização, também é uma boa opção. Existem sistemas de segurança e aplicações que permitem acompanhar como está o movimento da sua casa em caso de ausência, através do seu portátil ou do telemóvel. Além de notificarem quando há intrusão, esses sistemas permitem ativar e desativar o alarme a qualquer hora.

Use lâmpadas de foto células

As lâmpadas de foto células fazem com não haja consumo de eletricidade o dia todo e também são importantes para dar a impressão de que existe alguém na residência. Isso acontece porque essas lâmpadas ficam acesas quando está escuro e desligam assim que detetam que o ambiente fica claro. Também é uma boa forma de economizar energia.

Tenha cuidado com as chaves

Não dê a chave do imóvel a terceiros, exceto se forem pessoas da sua inteira confiança. Deixar as chaves “escondidas” naqueles sítios que considera secretos, como debaixo do tapete da entrada ou nos vasos do corredor, também não é aconselhável.

Desligue os aparelhos eletrónicos

Para que não ocorra nenhum problema com os aparelhos eletrónicos, desligue da tomada os que não precisam de ficar ligados e diminua a potência das máquinas que precisam de ficar ligadas, como o frigorífico ou o congelador. Se quiser deixar alguma lâmpada ligada durante a temporada em que estará fora, uma boa solução é instalar um temporizador e programá-lo para ligar e desligar a lâmpada em horas específicas.

Contrate um seguro

Para ficar ainda mais descansado, é recomendável que contrate um seguro residencial. Geralmente, o seguro garante proteção contra explosão, incêndio, entre outros incidentes. Também poderá contratar coberturas adicionais, que protegem contra danos elétricos, inundações, furtos e roubos.

Peça ajuda de alguém de confiança

Caso vá viajar por um longo período, escolha um amigo, familiar ou vizinho para verificar se está tudo em ordem. Essa pessoa de confiança poderá cuidar do jardim, regar as suas plantas, abrir as janelas e portas para melhor circulação do ar e receber a correspondência.

Avise o administrador do condomínio

Lembre-se também de avisar o administrador do condomínio de que vai estar fora e dê-lhe o contacto da pessoa que ficar com a chave, para que, em caso de necessidade, ele possa contactá-la.

Cuidado com o que publica nas redes sociais

Não publique informações, nas redes sociais, que indiquem a sua ausência, mesmo que indiretamente.

Recorra à PSP

Poderá, ainda, recorrer à ajuda da PSP para manter a sua casa segura. Basta dirigir-se a uma esquadra com o cartão de cidadão e um documento comprovativo da sua morada, e preencher um impresso. Entre 15 de junho e 15 de setembro, as patrulhas da PSP manterão a sua casa sob vigilância, certificando-se de que nada de anormal se passa.